sexta-feira, 13 de maio de 2011

Exposições culturais: RJ.

Costumo sempre que há uma nova mostra, ir para dar uma conferida.
A última que fui levei uma de minhas turmas, foi durante a exposição do Escher também no CCBB.
Dessa vez...
Aproveitei a hora do almoço e fui dar uma conferida na exposição: Mariko Mori – Oneness, que está no primeiro andar do Centro Cultural Banco do Brasil. 
Sensacional!!!
Deixo com vocês um pouquinho do que encontrei por lá...


Cultura alimenta a alma!!!


Desculpem, as fotos precisaram ser feitas sem flash... para não danificar o acervo.


Segundo o site do CCBB, mais informações sobre a exposição:
Pela primeira vez no Brasil, uma mostra ampla e abrangente da artista japonesa contemporânea Mariko Mori, que utiliza o design e a arte de vanguarda para compor elementos de engenharia de ponta, interativos e de forte impacto físico e visual. 

 
Também fiz uma visitinha até o Centro Cultural dos Correios, que entre outras exposições está com uma mostra sobre Fernando Pessoa.
Linda...
Gente, nessa também podia tirar foto (sem flash), mas meu horário estava corrido e a mostra está belíssima.
Dá vontade de voltar pra ver tudo de novo...
O que achei interessante além dos cenários, é o fato do público poder interagir junto com as obras do poeta português.
Inebriante!
Conforme descrito em parte do site da instituição:
Centro do Rio, entre os dias 25 de março e 22 de maio. Em “Fernando Pessoa, plural como o universo”, o público tem a oportunidade de conhecer, ou reconhecer, algumas de suas personas, que se revelam nos versos assinados por seus heterônimos – personagens-poetas com identidade própria – e por pessoa “Ele-mesmo”.


Espero que curtam!


Endereço do CCBB: Rua 1º de Março, 66. próximo a Igreja Candelária. Centro - RJ.
Site: http://www.bb.com.br/


Endereço Centro Cultural dos Correios: Rua Visconde de Itaboraí, 20 Centro - RJ. Atrás do CCBB.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Piscinas Naturais - Porto de Galinhas - Pernambuco.

video
Assim são as piscinas naturais de Porto de Galinhas.
Localizadas no litoral sul do estado de Pernambuco.
Tudo depende da tábua das marés.
Nestes passeios até as piscinas, quem dita o horário das visitas é a natureza, tem a hora da maré cheia e a hora da maré baixa.
O jangadeiro tem um tempo para levar seu grupo, apresentar o local e sair com o grupo, para que outro jangadeiro chegue.
Eles explicam sobre as espécies marinhas que ali encontramos e esclarecem também sobre questões relativas a preservação ambiental.
Dá para acreditar que algumas horas mais tarde, o mar "enche" e cobre todo este lugar?